miércoles, 30 de marzo de 2011

5° Seminário Nacional Estado e Políticas Sociais

Na última década grande parte dos países da América Latina passou por importantes mudanças no campo político e econômico, onde governos considerados de esquerda ou de centro esquerda assumiram a gestão do Estado e, com mais ou menos intensidade, buscaram romper com a lógica neoliberal no que se refere ao papel do Estado e a sua função no campo das políticas sociais, além de iniciarem um processo de integração regional que pretende ultrapassar a perspectiva puramente comercial. Constituem-se em respostas que foram sendo moldadas de acordo com a conjuntura internacional, com o comportamento das classes e/ou frações de classe no interior de cada país, com as disputas internas e com a singularidade que caracteriza os povos dessa região do mundo.

Essa realidade vem sendo pesquisada e analisada por estudiosos latinoamericanos de diferentes campos do conhecimento e com diferentes perspectivas analíticas, constituindo um pensamento próprio e fecundo sobre a nossa realidade. Este pensamento precisa ser conhecido e apropriado pelos que lutam por uma sociedade justa e igualitária. Neste sentido, o 5º Seminário Nacional Estado e Políticas Sociais, que tem como tema central AS POLÍTICAS SOCIAIS NAS TRANSIÇÕES LATINOAMERICANAS NO SÉCULO XXI: TENDÊNCIAS E DESAFIOS pretende ser um espaço para difusão e discussão desse pensamento, das hipóteses que a tradição crítica construiu acerca de nossa realidade, das alternativas sócio-históricas em curso na região, bem como das formas de enfrentamento e resistência que setores da sociedade criaram visando a sua emancipação.

O evento é realizado a cada dois anos e visa estimular a produção de conhecimento nas diferentes áreas do conhecimento, em especial as relacionadas com as ciências humanas, sociais e de saúde, contribuir com a formação de pesquisadores, alunos, trabalhadores e profissionais que atuam nessas áreas, e facilitar a troca de experiências entre pesquisadores e instituições em âmbito nacional e internacional.

A conferência de abertura e as mesas redondas propostas para serem realizadas durante os quatro dias do evento visam realizar um balanço do atual processo político vivido pela América Latina, buscando entender as características dos Estados latinoamericanos após as reformas do Consenso de Washington; explicitar as formas de intervenção e ampliação estatal experimentadas em países da região, bem como as implicações para as políticas sociais como educação, saúde, assistência, previdência, entre outras; entender as formas de institucionalidade estatais e não estatais em construção na América Latina e; discutir e avaliar as possíveis alternativas no campo do desenvolvimento econômico e social para os países da região.

Tendo em vista os objetivos de um evento científico como este e o papel da universidade na construção e divulgação do conhecimento produzido, será oportunizada aos participantes a apresentação de trabalhos em mesas coordenadas, pôsteres com a publicação dos trabalhos completos nos anais do vento.

TEMA CENTRAL:

AS POLÍTICAS SOCIAIS NAS TRANSIÇÕES LATINOAMERICANAS NO SÉCULO XXI: TENDÊNCIAS E DESAFIOS

09 a 12 de outubro de 2011

Unioeste - Campus de Cascavel 

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Deja tus comentarios en Versus...